Imagem Destaque
Thumbnail - Defesa do Bloqueio Direto

Defesa do Bloqueio Direto

A defesa do bloqueio direto tem de ser tão bem treinada como o seu ataque. A defesa do bloqueio direto e o seu ataque estão interligados, para que exista uma boa defesa é importante existir um bom ataque.

É sobre esse parâmetro que a defesa do bloqueio direto tem de ser trabalhada. Os jogadores têm de ser capazes de defender de várias formas. A versatilidade de sistemas ofensivas das equipas adversárias obriga a isso.

As equipas podem e devem ter por “regra” um determinado tipo de defesa, porém tem de ser capazes de ajustar as suas regras ao sistema ofensivo do adversário.

Fundamentos da defesa do bloqueio direto

O bloqueio direto é possivelmente o movimento ofensivo mais usado, quase todas as equipas senão todas utilizam o bloqueio direto como uma arma ofensiva muito forma.

Desta forma, ser capaz de defender eficazmente o bloqueio direto torna-se fundamental para uma equipa se esta quiser sofrer poucos pontos.

É necessário ter noção que nem sempre vai ser possível parar as situações de bloqueio direto. Por muito bem que possa ser defendido, a qualidade ofensiva do adversário irá sobressair.

A defesa do bloqueio direto tem de ter alguns fundamentos. Independentemente do tipo de defesa estipulado, todas as defesas têm de ter:

  • Comunicar cedo e alto

A comunicação faz parte de uma boa defesa, sem ela dificilmente vai sair uma boa defesa.

Os jogadores comunicando entre si, e avisando o que vai acontecer e como o vão defender, facilitará toda a defesa.

  • Avisar 3 vezes

O jogador que defende a bola tem de ser avisado do bloqueio direto, se é à sua esquerda ou à sua direita.

E depois relembrar o colega de equipa qual o tipo de defesa que é pretendida.

  • Não ficar preso no bloqueio

Uma das coisas que geralmente acontecem nos bloqueios é ficar preso no bloqueio.

A defesa tem de evitar isso de todo. Ficar preso no bloqueio é dar toda a vantagem ao ataque.

Para além destes fundamentos, os fundamentos da defesa da bola mantêm-se. Esses elementos básicos nunca poderão ser esquecidos de forma alguma.

Tipos de defesa do bloqueio direto

Como expliquei anteriormente, as equipas têm de saber vários tipos de defesa do bloqueio, principalmente por dois motivos. Primeiro são capazes de ajustar a defesa do bloqueio mediante a equipa que jogam e segundo, no treino facilitará o facto de serem capazes de atacar contra qualquer tipo de defesa e automatizam processos.

Defesa troca

Defesa do Bloqueio Direto

Na defesa troca, os defensores trocam os seus adversários diretos. Ou seja, o defensor 1 que defendia o atacante 1, passou a defender o atacante 2. Por sua vez o defensor 2, que defendia o atacante 2, passou a defender o atacante 1.

O lado positivo desta defesa, é que dificilmente um jogador estará sozinho numa boa posição para finalizar. Por outro lado, poderá criar situação de desvantagem física ou técnica.

Defesa drop

A defesa drop, o defensor do jogador com bola “convida” o seu adversário direto para o bloqueio. Ao mesmo tempo o defensor do bloqueador contém-se mais em baixo e esperando pelo jogador com bola.

Este tipo de defesa resulta bastante no caso de os jogadores atacantes envolvidos não serem grandes lançadores.

Defesa passar por baixo – em terceiro

Neste tipo de defesa, o jogador com bola passa por baixo do bloqueio. O defesa do bloqueador cria espaço entre ele e o seu adversário direto, para que o colega passe nesse espaço.

Esta defesa chama-se também passar em 3º, porque primeiro está o jogador com bola, em segundo o bloqueador e em terceiro passa o defesa do jogador com bola.

Por norma as equipas defendem desta forma quando estão perante um jogador com bola que não marca de longa distância.

Um outro momento onde isso acontece, é quando as equipas usam o bloqueio direto como forma de continuidade em vez de atacarem o cesto.

Defesa a negar o bloqueio

Esta defesa acontece quando o defensor da bola nega claramente o caminho para o bloqueio. Desta forma o espaço contrário fica totalmente livre.

Semelhante a defesa drop, negar o bloqueio é uma boa estratégia quando o bloqueador ou o jogador com bola não são bons lançadores.

Defesa Show/Hedge

Este género de defesa, é um pouco mais agressiva que todas as anteriores.

O defesa do jogador com bola passa por cima do bloqueio logo a seguir ao jogador com bola. O defesa do bloqueador salta para a frente do jogador com bola, e enviando o jogador com bola para longe do cesto.

A partir do momento em que o jogador com bola se afasta do defesa do bloqueador, este tipo de defesa pode variar. A defesa pode continuar a ser agressiva e fazer um 2×1 no jogador com bola, ou o defesa do bloqueador aparecer a frente e recuperar o seu defesa e a defesa recompor.

Isso vai variar de treinador para treinador e do quão arrisca neste tipo de situações. Visto que, ao arriscar vai deixar um atacante sem defesa.

Exercícios para trabalhar a defesa do bloqueio direto

Para trabalhar este tipo de situações deve-se começar com coisas simples. Introduzir uma situação de 2×2 e só depois situações de 3×3 e 4×4.

Aconselho que seja ensinada e consolidada um tipo de defesa de cada vez.

2×2/3×3 – Bloqueio Direto

Exercício - 2x2

O exercício começa com duas colunas, uma em cima e outra na linha final. O primeiro de cada coluna defende o segundo. Jogador da linha final vem bloquear e a partir dessa situação jogo de 2×2.

Variantes:

– Adicionar atacantes e defensores mediante a evolução das leituras e das defesas que vão sendo apresentadas.

Shell Drill

O exercício começa com um 4×4 passivo apenas para trabalhar o posicionamento defensivo.

Neste caso o objetivo é trabalhar no posicionamento defensivo do bloqueio direto. Sempre que a bola chega ao extremo, quem fez o último passe vai bloquear.

Quando o treinador disser jogo, existe mais um bloqueio direto e jogo 4×4.

Variantes:

– Após o primeiro bloqueio, o bloqueador rebloqueia mais duas até o bloqueio ser em direção a atacar o meio.

Pronto para melhorar a defesa do bloqueio direto?

Em suma a defesa do bloqueio direto é tão importante como o ataque. A balança entre saber atacar o bloqueio direto e saber defender o bloqueio direto é extremamente necessária para que a equipa saiba se comportar nos dois lados do campo.

A defesa no bloqueio exige fundamentos, comunicação alta e cedo, avisar 3 vezes o colega e nunca ficar preso no bloqueio. Os cinco tipos de defesa que foram descritas imploram estes fundamentos.

Espero que tenhas gostado e percebido o artigo. Desta forma convido-te a deixares o teu feedback na caixa de comentários em baixo, porque a tua opinião importa para mim.

Abraço e continuação de bons treinos!

Coach Afonso

Ebook-Lançamento_AD-Rodapé

2 respostas

  1. Boa noite coach Afonso!
    Gostava de perceber o porquê de ter que avisar 3 vezes o BD! Mera curiosidade! Grande abraço e parabéns pelo trabalho!

    1. Boa noite Miguel!
      Obrigado pelo teu comentário e pela tua pergunta porque é bastante interessante. O avisar 3 vezes não precisa ser só avisar de onde vem o bloqueio mas também a defesa pretendida.
      Por exemplo: “Bloqueio Direita, dois, dois, dois”.
      Obrigado e um grande abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

ARTIGOS RECOMENDADOS POR COACH AFONSO

CLIQUE NO BOTÃO EM BAIXO E OBTENHA JÁ O SEU EBOOK