Imagem Destaque
1x1 - Thumbnail

1×1 Basquetebol – Como melhorar?

O jogo de basquetebol tem de ser ensinado numa de uma forma progressiva. É de todo impossível ensinar um jogador a jogar 1×1 se este não souber driblar, parar e finalizar. Por isso se fala muito que os fundamentos são importantes – claro que são – são a base para podermos ensinar todos os restantes conteúdos (bloqueio direto, bloqueio indireto, sistemas ofensivos e defensivos, …).

No entanto, o 1×1 também é um fundamento do jogo. É impossível um jogador saber jogar bloqueio direto (situação de 2×2) se não souber jogar 1×1. Colocando isto numa panorâmica mais fácil de entender, deixo aqui um tweet que escrevi:

“Na matemática, um aluno não consegue resolver equações senão souber multiplicar. No basquetebol é a mesma coisa, os atletas não conseguem ler um bloqueio indireto se não souber atacar o cesto ou lançar”  

Como desenvolver o jogo de 1×1?

Existem dois tipos de jogo de 1×1 – Interior e Exterior. Em ambos eles podem começar de duas formas, após drible ou após enquadramento. Saber jogar os dois tipos de 1×1 de ambas as formas (após drible e após enquadramento) torna o jogador muito mais completo e muito mais perigoso para as equipas adversárias.

Mas o jogo de 1×1 não se desenvolve apenas se fizermos regularmente exercícios de 1×1. Primeiro de tudo temos de começar pelas bases, ensinar os jogadores a atacar o cesto, ou seja, primeiro devemos dar prioridade aos atletas atacarem 1×0 e só de seguida é que devemos introduzir defesa.

O ensino de 1×0 deve ser estimulado regularmente, ou seja, sempre que um jogador souber fazer uma determinada finalização e já se sentir confortável naquela forma específica de atacar o cesto devemos estimular o atleta. Como? Simples, podemos manter o mesmo movimento apenas introduzindo mais velocidade de execução ou até reduzindo o número de dribles para o cesto.

Quais os exercícios para melhorar o 1×0?

Como explicado antes, primeiro devemos trabalhar 1×0 e só depois o 1×1. Portanto vou deixar aqui primeiro alguns exercícios que uso regularmente para trabalhar o 1×0.

Exercício 1: 1×0 Ataca & Finaliza

1x0 Ataca e Finaliza - 1

O objetivo deste exercício é trabalhar o 1×0 exterior após enquadramento.

O exercício começa com duas colunas. Uma debaixo do cesto e outra na posição de base com bola .
Jogador debaixo do cesto, abre a extremo e recebe passe do base. Jogador a extremo com bola faz a paragem pedida e ataca o cesto. 
Neste exercício, também trabalho a forma de passar a bola, apesar de não ser o foco principal do exercício, mas importante para o jogador que vai atacar o cesto receber a bola da melhor forma possível no melhor timing possível.

1x0 Ataca e FInaliza - 2

Rotação: Passador – Penetrador – Passador

FINALIZAÇÕES:
Paragem 1 Tempo Arranque Direto para a Linha – Passada
Paragem 1 Tempo Finta Arranque Direto para o Meio, Arranque Cruzado para a Linha – 1 Apoio
Paragem 1 Tempo Arranque Direto para o Meio – Lado Contrário
Paragem 1 Tempo Finta Arranque Direto para a Linha, Arranque Cruzado para o Meio – 1 Apoio 
Paragem 2 Tempos Arranque Direto Linha – Inversão para o meio
Paragem 2 Tempos Finta Arranque Direto Linha Arranque Cruzado para o Meio – Inversão para a linha
Paragem 2 Tempos Arranque Direto para o Meio – Lado Contrário mão de dentro
Paragem 2 Tempos Finta Arranque Direto Meio Arranque Cruzado para a Linha – Aro passado mão de fora

PASSES:
Passe Peito com 2 mãos
Passe Picado com 2 mãos
Passe Peito com 1 mão após drible
Passe Picado com 1 mão após drible

FEEDBACK:
– Atacar à receção
– Receber e apontar ao cesto
– Atacar forte o cesto (VERTICAL)

Exercício 2: Mudanças para atacar

Exercício 2: Mudanças para atacar

Este exercício tem como objetivo de trabalhar o 1×0 após drible. Peço sempre alguma liberdade criativa neste exercício aos jogadores, mas importante é que o façam a uma velocidade de jogo.

A sua dinâmica começa com duas colunas dispostas como na figura, em cada cone o jogador faz uma mudança de direção e avança para o cone contrário, não necessita de ir muito rápido. Ao chegar ao último faz na mesma uma mudança de direção e ataca à maior velocidade, importante nesta última mudança existir uma mudança de velocidade enorme. Com o objetivo de simular a finta ao defesa e atacar o cesto.

Mudanças:

Pela Frente

Entre Pernas

Por trás das costas

Inversão

Finalização:

No que toca à finalização, liberdade criativa por parte dos jogadores. Importante é que o façam sempre à maior velocidade.

Quais os exercícios para melhorar o 1×1?

Estes são alguns exercícios que faço para desenvolver o 1×0 e trabalhar muitos fundamentos.

Para trabalhar 1×1 temos de partir de várias situações, ou seja, o defesa pode estar a defender de diversas formas. O defesa pode estar parado, pode estar a fazer um close-out, pode estar atrasado perante o atacante como pode estar adiantado perante o atacante. De forma a ser o mais completo a jogar 1×1 é importantíssimo saber como atacar cada momento.

Quando o defesa vem em close-out devemos sempre atacar o pé mais avançado, exceto se vier claramente a negar um lado. Caso isso aconteça devemos atacar o lado contrário. No entanto, o close-out pode ser longo ou curto, se for longo atacamos o pé mais avançado ou o lado claramente vazio, caso seja curto devemos lançar pois não estará pronto para contestar o lançamento.

Se o defesa está à nossa frente parado, devemos ataca-lo à máxima velocidade que conseguirmos. Dessa forma ele não estará pronto para nos acompanhar, basta uma simples finta de corpo para o deixar para trás.

Sempre que o defesa está a trás de nós, devemos ir para a frente dele para continuarmos a ganhar a vantagem que temos.

E agora vou deixar aqui os exercícios em que introduzo defesa. Importante que os atletas percebam sempre quem tem vantagem em cada momento e saber utilizar essa vantagem.

Exercício 3: 1×1 com vantagem ataque

1x1 Vantagem do ataque

Este exercício começa com dois a dois com uma bola, um jogador a atacar e outro jogador a defender. Jogador que está a defender vai tocar no cone e tentar contestar o lançamento. Jogador que ataca vai finalizar ao lado vazio. O exercício só acaba quando há ressalto defensivo ou cesto convertido.

Numa segunda fase do exercício, ou seja, quando os jogadores estiverem a executar bem, devemos colocar limitações no número de dribles (Gráfico 1)

1x1 Vantagem do ataque

No segundo gráfico o jogador com bola começa de costas, roda para a frente e o defesa toma a decisão de escolher o cone (apenas quando jogador atacante rodar para a frente). (Gráfico 2)

Uma terceira variante, será o jogador com bola e mal o defesa queira pode decidir o cone que vai tocar, e o atacante ter que rapidamente mudar de direção ou não (dependendo do lado em que o defesa toca) para ir finalizar.

1x1 Vantagem do ataque

Uma quarta variante, será frente a frente no meio campo, vêm devagar (defesa de costas, atacante de frente) até à linha de três pontos e o defensor escolhe um lado e atacante, ataca lado vazio. (Gráfico 3)

Uma última variante, será alargar os cones até ao prolongamento da linha de lance livre e interseção com os três pontos. O defesa escolhe um lado e dá a volta ao cone, atacante ataca lado vazio. (Gráfico 4)

Exercício 4: Close-out

1x1 atacar o close-out

O objetivo do exercício é melhorar a tomada de decisão do jogador que ataca. Ao inicio importante limitar que tipo de close-out é – longo ou curto. Jogador que ataca, importante verificar se ataca o pé mais avançado ou o espaço claramente vazio que o defesa deixou.

1x1 atacar o close-out

A dinâmica do exercício começa com 3 colunas duas nos cantos e uma a meio. A coluna do canto passa ao meio e meio passa ao outro canto. Quem fez o primeiro passe vai defender o outro canto.

Importante mudar as posições de ataque, de forma ao jogador que atacam serem capazes de atacar diferentes espaços do campo.

Exercício 5: 1v1 – 6 segundos

1x1 em 6 segundos

O exercício começa com 2 colunas, no prolongamento do garrafão uma com bola e outra coluna sem bola. Jogador da coluna com bola, vai a driblar até 1 metro da linha de 3 pontos e entrega a bola ao jogador sem bola. A partir da entrega da bola 1v1. Jogador que ataca tem 6 segundos para finalizar, não há limite de dribles.

Só acaba quando houver cesto convertido ou bola recuperada da defesa. Caso haja ressalto ofensivo, ataque tem apenas 3 segundos para lançar e assim sucessivamente.

Variantes:

Mudar posição de entrega da bola

Preparado para se tornar um especialista em 1×1?

Para de facto se tornar ou tornar os seus atletas em armas mortíferas em 1×1 é preciso muito treino e muita competição. Os jogadores precisam de jogar 1×1 com atletas iguais ou melhores do que eles para que estejam sempre num ponto de constante evolução.

Uma nota bastante importante para que haja de facto bastante competição num 1×1 é preciso em certa altura melhorar a capacidade defensiva para criar dificuldades ao ataque. Funciona como uma balança, se estivermos constantemente a treinar o ataque, vai haver um ponto em que a defesa vai ter bastantes dificuldades no ataque e é nesse ponto que temos de trabalhar a defesa, caso contrário o ataque nunca vai ter dificuldades e não vai ter uma evolução continua, vai simplesmente estagnar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

ARTIGOS RECOMENDADOS POR COACH AFONSO

CLIQUE NO BOTÃO EM BAIXO E OBTENHA JÁ O SEU EBOOK